Como organizar uma festa infantil?


Quintino Aires


Descubra todos os passos para organizar uma festa infantil inesquecível!

Aproxima-se o aniversário do seu filho, quer preparar uma festa bonita e não sabe por onde começar? Afinal é um dia importante na vossa vida e quer torná-lo memorável, por isso nada pode ser deixado ao acaso. Longe vai o tempo em que os pais faziam um bolo no forno lá de casa, uns docinhos e umas sandes, compravam uns sumos, telefonavam aos amigos e familiares uns dias antes e todos apareciam lá em casa no dia e hora agendada.

Hoje em dia há pais que gastam uma verdadeira fortuna, começando desde logo pelos convites, passando pela decoração, o bolo, a animação, sem esquecer as lembrancinhas que cada amiguinho leva no final da festa.

Ainda assim, é possível fazer festas lindas, que o seu filho e os amigos recordem por muito tempo, quer tenha orçamento para isso e possa contratar um profissional que trata de tudo por si, quer tenha um orçamento mais curto, e tenha que fazer tudo sozinho (ou quase).

Como encontrar um profissional?

Se conta com orçamento que lhe permita contratar um profissional, não hesite, vai deixar-lhe tempo e tranquilidade para apreciar a festa e convidados.

E neste caso é importante que contrate alguém que lhe inspire confiança, que faça o tipo de festa que se enquadra no que pretende e dentro do seu orçamento.

Se não conhece pessoalmente nenhum profissional desta área pode consultar várias páginas na Internet que já existem dedicadas à matéria, como De Portugal com AmorFestas InfantisEstrelas e Ouriços, juntar-se às páginas de Facebook dedicadas a festas (Festas Infantis PortugalFestas Low Cost, A Festa é Aqui) ou recorrer a alguém conhecido que já tenha utilizado este tipo de serviços.

Acima de tudo é importante que se identifique com o tipo de serviço prestado.

Se pelo contrário, o orçamento familiar não lhe permite tal, não desanime, ainda assim pode fazer uma festa bonita e deixar o seu filho feliz.

Imagem: Hortelã Pimenta

Mas afinal, por onde começar?

Em ambos os casos, a primeira coisa a fazer é definir o tema que servirá de inspiração a toda a festa. Caso tenha uma criança pequena, de um ou dois anos, é provável que ainda consiga decidir por ela e escolher. Se lhe faltar a inspiração pense no brinquedo preferido, na canção que a põe a dançar ou cantarolar, ou até num desenho animado que já desperte a sua atenção.

Em regra, a partir dos três anos já pode contar com a opinião do aniversariante, que deve respeitar, afinal é a pessoa mais importante da festa.

Depois, importa definir quantas pessoas vai convidar. Serão apenas os familiares mais próximos, incluindo crianças e adultos, vai convidar alguns colegas da escola e neste caso os respetivos pais também são convidados a assistir ou não, é uma festa só para crianças? Não se esqueça que a partir de certa altura é adequado retribuir convites, ou seja, deve convidar os amigos que já convidaram o seu filho.

De seguida deverá decidir onde vai realizar a festa. Nem sempre temos espaço e vontade para a realizar em casa, sendo necessário alugar um espaço para acolher todos os amigos. Neste caso tem várias opções, desde espaços específicos para festas, que permitem a entrada de adultos, com duração determinada, restaurantes ou hotéis – neste caso pode ficar mais caro – a espaços temáticos dedicados a crianças, onde os pais não entram.

Nestes, acontece por vezes permitir-se a entrada apenas aos pais do aniversariante e só no momento de cantar os parabéns. Ainda assim para muitos pais esta é uma opção, pois o espaço inclui a diversão e o lanche, podendo gastar menos, já que é pago um valor fixo por criança, pelo que o valor final a pagar depende do número de convidados.

Se optar por realizar a festa fora de casa, comece por questionar preços, condições de utilização, como duração da festa e o que inclui o valor a pagar. Se tiver oportunidade, peça para visitar com antecedência. A maior parte dos espaços terá essa disponibilidade e permite verificar se está adequado às suas necessidades, se tem espaço suficiente, se tem condições de segurança adequadas à idade das crianças e esclarecer todas as dúvidas. Caso sejam os pais a tratar de tudo, é importante saber se permitem entrar com alguma antecedência em relação ao início da festa, para que possa deixar tudo preparado antes de os convidados chegarem.

Uma opção que pode sair bastante mais em conta, e porque o bom tempo não deve tardar, é a utilização de um espaço público como um parque ou jardim e é bastante comum atualmente.

Comece depois a tratar do bolo

Se vai encomendar o bolo a um cake designer convém encomendar com alguma antecedência, pois os mais requisitados chegam a ter reservas com dois e mais meses de antecedência. Mais uma vez as referências de familiares ou amigos são importantes, para que não lhe aconteça ter uma desilusão. A maior parte dos cake designer costuma ter página na Internet (site ou redes sociais), permitindo ver fotos e perceber se é o que pretende. Depois é só pedir orçamento.

Se optar por comprar numa grande superfície ou até na pastelaria que frequenta, em regra basta dois ou três dias de antecedência.

Pode, ainda, optar por fazer o bolo em casa e colocar um topo de bolo alusivo ao tema, sendo que os temas mais comuns encontra nas lojas de festas, ou escolhe um personalizado, há já empresas que se dedicam a isso. Pode não ser o mais barato, mas será certamente único.

Imagem: Tia's Cake by Sandra Alves

Convites

Não se esqueça de tratar dos convites. Se tiver tempo e paciência, encontra muitas ideias na Internet e até sites onde pode imprimir os temas mais na moda, poupando algum dinheiro. Outra opção é comprar os convites já feitos nas lojas de festas ou mandar fazer personalizados.

Imagem: Flor de Talco

Catering

O catering para a festa depende um pouco dos convidados. Se forem só crianças, em regra, não vale a pena comprar demasiada comida, pois acima de tudo querem brincar e muitas vezes é um desperdício.

Existem no mercado muitas empresas que têm pacotes de festas, com salgados, doces e algumas até incluem o bolo. Se alguém tiver alguma intolerância alimentar, alergia ou fizer uma alimentação diferente, saiba que já existem empresas especialistas em bolos sem glúten, sem ovos, vegan, entre outros.

De considerar, ainda, a possibilidade de ter uma alimentação um pouco mais saudável. Por exemplo, em vez de gomas e doces, porque não colocar umas espetadinhas de fruta ou cenourinhas?

Como decorar o espaço?

A decoração pode ser muito simples e ainda assim ser do agrado de todos.

Quando é uma festa para crianças fica mais bonito uma toalha simples, lisa, de preferência de uma cor neutra, que ajuda a realçar a decoração. Utilize peças coloridas, como travessas, bonecos de acordo com o tema, duas ou três cores de balões. E não necessita de fazer uma parede de balões, três ou quatro de cada lado da mesa serão suficientes para dar cor à sua mesa. Também pode colocar umas bandeirolas, uma moldura com uma frase alusiva ao tema ou até flores.

Utilize os descartáveis apenas para os copos, pratos, talheres e guardanapos.

Animação da festa

Não se esqueça de ter algo preparado para entreter as crianças. Se contratar um profissional, pode optar por pinturas faciais, modelagem de balões, magia, insufláveis, actividades de ciência, kart, teatro, workshops de diversas áreas.

Ou pode optar por organizar actividades relacionadas com o tema da festa, bem como jogos tradicionais. A maior parte das crianças diverte-se bastante com este tipo de jogos e para muitos é algo diferente do habitual.

Imagem: A Terra do Nunca

Lembranças

Quase a terminar, mas muito importante, são as lembrancinhas que cada convidado leva no final da festa.
Muitos pais optam por preparar um saquinho com doces, mas também pode considerar bolinhas de sabão, uma caixinha de lápis de cor com um livrinho para colorir, um iô-iô ou um balão.

Imagem: Cutxi Cutxi - Ideias Personalizadas

Fotos

Considere, ainda, contratar um fotógrafo pois a qualidade das fotos não se compara àquelas que todos tiramos com o telemóvel e são momentos que mais tarde gostamos de recordar.

Texto: Isabel Aires, da empresa de organização de festas Hortelã Pimenta.
Publicado no site Crescer.