Amar não é amizade

Escrito em em Maio 31, 2018

Ainda há muitas pessoas que confundem uma boa amizade com amar alguém…

É comum ouvirmos duas pessoas que namoram ou mesmo casadas dizerem que são os melhores amigos um do outro. Percebo porque o fazem, dizem-no porque sentem um grande carinho, um forte sentimento de ternura pela outra pessoa, um marcado desejo de que tudo seja bom e agradável para o outro.

Dizem-no, também, porque somos pouco cuidadosos com as palavras, porque nem todas as pessoas já perceberam que as palavras são como os tijolos do pensamento, ou mais ainda, as palavras são como o plano de arquitectura da mente. Do mesmo modo que falamos e nos expressamos em palavras pela forma como pensamos, também muito do que pensamos se orienta pelo modo como falamos, pelas palavras que escolhemos para expressar uma ideia ou transmitir uma mensagem.

Mas as palavras são muito mais poderosas do que alguma vez conseguimos imaginar, e na verdade muitos pensamentos são reformulados pelo uso das palavras, pelo que usar uma ou outra palavra pode alterar, não apenas a forma como pensamos, mas também a forma como agimos, em função dessa nossa fala, das palavras que escolhemos.

E dizer que alguém é o nosso melhor amigo, ou que somos o melhor amigo de alguém, é dizer que esse carinho, quase de irmãos, é o que principalmente une os dois. A amizade, como o afecto, o vínculo emocional entre pais e filhos, ou entre familiares, e por isso exclui o sexo, que nunca pode estar excluído no amor. Curiosamente, é exactamente nos casais em que já não há desejo nem paixão, nos casais em que o sexo já é tão raro ou mesmo já quase totalmente ausente, que muitas vezes escutamos um ou outro, ou até os dois, referirem-se ao que os une como amizade. Normalmente referem-se à sua ligação como “o melhor amigo um do outro”. Mas mesmo sendo o “melhor” um do outro, a verdade é que se tornam o pior um para o outro, pois este tipo de relacionamentos priva a ambos de uma vida sexual saudável, e necessária.


Tagged as , ,



Comentários

Deixar um comentário

O seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios marcados com um asterisco (*)