Lugares com afecto

Escrito em em Maio 23, 2018

Sabia que visitar os lugares onde nasceram e cresceram os nossos pais ou amigos especiais pode reduzir a depressão e até evitar o suicídio?

Uma das características que distingue o cérebro humano em relação ao cérebro dos animais é a sua capacidade para evocar pessoas e acontecimentos. Graças a essa capacidade, podemos sentir diferentes emoções e sentimentos associados a pessoas, mesmo quando a real fonte que as desencadeia não está presente. A maravilha deste processo é que podemos até imaginar acontecimentos que não conhecemos, e desta forma evocar experiências que nunca vivemos, e desfrutar do agrado que elas possam provocar. 

E deste modo podemos reviver o carinho dos nossos pais, ou de pessoas que nos foram ou são queridas, visitando lugares que essas pessoas habitaram. E de uma forma ainda mais intensa quando esses lugares foram habitados por essas pessoas num tempo em que ainda não tínhamos entrado nas suas vidas.  

É por isso que é tão agradável visitar os lugares onde nasceram e cresceram os nossos pais, ou amigos especiais. Os cientistas até já mostraram que essas visitas reduzem a ansiedade e a depressão e nalguns casos até já evitaram situações mais graves, como o suicídio. Claro que essas são situações limite. Mas também para cada um de nós há um ganho significativo no nosso bem-estar psicológico quando visitamos os nossos lugares de origem, mesmo que nunca os tenhamos habitado pessoalmente.

Fica então aqui mais uma proposta. A de aproveitar o tempo de férias que está a chegar para visitar a terra onde nasceu ou cresceu alguém que lhe seja ou tenha sido importante. E mesmo neste tempo de crise financeira generalizada, acredito que uma viagem bem planeada não vai certamente implicar um grande gasto. Aproveite e leve consigo a pessoa que ama. 


Tagged as , , ,



Comentários

Deixar um comentário

O seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios marcados com um asterisco (*)


Continuar a ler